1ª Conferência Regional da Advocacia aposta na descentralização para fortalecimento da classe e da OAB SP

Tweet


02/05/2019

Para aproximar cada vez mais a advocacia da Seção São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil e colocar em prática o compromisso de descentralização das ações desenvolvidas pela instituição, a 1ª Conferência Regional da Advocacia (26 e 27/04) tomou palco em Sorocaba, no Sorocaba Park Hotel. O primeiro encontro realizado pela gestão 2019/2021 reuniu advogados e advogadas, conselheiros e conselheiras, bem como dirigentes de Ordem, para compartilhamento de experiências entre a Secional e as Subseções de Boituva, Cabreúva, Conchas, Ibiúna, Itapetininga, Itu, Laranjal Paulista, Mairinque, Piedade, Porto Feliz, Salto, São Roque, Sorocaba, Tatuí, Tietê e Votorantim. Abrangendo diferentes áreas institucionais da OAB SP, a iniciativa abre espaço para que a classe conheça e contribua com a construção dos projetos temáticos.

A primeira de uma série de 21 Conferências Regionais, cujo intuito é percorrer todas as regiões do Estado, alcançando as 239 Subseções da Ordem paulista, contou com a presença de toda a diretoria Secional. Na abertura do evento, em seu discurso, o presidente da OAB SP, Caio Augusto Silva dos Santos, exaltou a advocacia como o primeiro e último bastião do Estado Democrático de Direito. Com o compromisso absoluto que a instituição não estará a serviço de nenhum governo, mas sim à disposição de todas as políticas de Estado, o líder da advocacia ponderou sobre a crise moral, ética e econômica que passa o país: “A advocacia é impedimento e barreira dos arroubos pessoais. Não há espaço para populismo e demagogia no mundo contemporâneo. Há espaço para quem trabalha e quer alcançar objetivos através da construção de diálogos e ideais”, disse.

Reflexão que foi suscitada também pelo conselheiro federal da OAB SP e presidente da Comissão Nacional das Prerrogativas e Valorização da Advocacia, Alexandre Ogusuku, com ênfase na crise das instituições, da sociedade, e das profissões que sustentam a democracia: “Precisamos retomar aquilo que fez com que se estabilizassem as democracias no mundo, que é o Direito. O Direito é o que a Lei diz que é e precisa ser, pelas mãos da advocacia, a regra geral que alcança a todos indistinta e verdadeiramente”, enfatizou destacando ainda o ataque ao Exame de Ordem, essencial para garantir profissionais qualificados em um mercado de trabalho que já conta com mais de um milhão de advogados e advogadas.

É nesta seara que o encontro auxilia no fortalecimento da Ordem ao apostar na descentralização da instituição, afiançou o secretário-geral da OAB SP e coordenador-geral das Conferências, Aislan de Queiroga Trigo: “Ao longo desta gestão faremos 21 Conferências, parte deste importante trabalho de descentralização da OAB e da Caixa de Assistência (CAASP). É nesta ocasião que temos contato direto com a advocacia, entendendo os anseios da classe para trabalharmos juntos neste projeto, visando beneficiar a todos através da união e fortalecimento da advocacia”, salientou.

Anfitrião do evento, o presidente da Subseção de Sorocaba, Márcio Roberto de Castilho Leme, elencou o propósito de aproximação da advocacia como a grande missão dos dirigentes de Ordem: “Tenho convicção de que avançaremos muito neste sentido nos próximos três anos, aproximando a advocacia militante dos dirigentes, fazendo com que todos se sintam representados por nossa entidade”, argumentou.

Estiveram presentes da Diretoria Secional: Ricardo Toledo Santos Filho, vice-presidente; Margarete de Cássia Lopes, secretária-geral adjunta; Raquel Elita de Alves Preto, diretora-tesoureira. Compuseram a mesa diretora, além dos já citados: a diretoria da CAASP integrada pelo presidente, Luís Ricardo Vasques Davanzo; secretário-geral, Antônio Ricardo Miranda Júnior; secretária-geral adjunta, Paula Cristina Fernandes; diretor-tesoureiro, Rodrigo de Moraes Canelas, e os diretores Andrea Regina Gomes, Leandro Caldeira Nava e Thaís Helena Cabral Kourrouski; a diretora da Associação dos Advogados de São Paulo (AASP), Fátima Cristina Bonassa Bucker; e os conselheiros da região: Iris Pedrozo Lippi, Luiz Gonzaga Lisboa Rolim, Luis Henrique Ferraz, Maitê Cazeto Lopes e Rodrigo de Melo Kriguer.

Apresentações
Parte da extensa programação da Conferência, as apresentações dos dirigentes das Comissões abrangem as diferentes áreas de atuação da OAB SP, e contribuem para a participação da advocacia nos trabalhos desenvolvidos pela instituição. Vice-presidente do Tribunal de Ética e Disciplina (TED), Elio Antonio Colombo Junior, tratou sobre o tema junto ao público presente, representando o presidente Carlos Fernando de Faria Kauffmann. Para discorrer sobre Direitos e Prerrogativas, teve fala a vice-presidente da Comissão, Ana Carolina Moreira Santos, que na ocasião foi designada para representar o presidente, Leandro Sarcedo. Sobre a mulher advogada, a presidente da Comissão da Secional, Claudia Patricia da Luna Silva, realizou exposição. Para abordar a assistência judiciária, o responsável pelo assunto foi o presidente da respectiva Comissão, Luiz Eugênio Marques de Souza. Já sobre a jovem advocacia, a presidente da Comissão, Nicole Capovilla Fernandes fez uso da palavra apresentando as principais ideias para a pasta. Sobre a iniciativa OAB vai à Escola, Andréa Regina Gomes, presidente da Comissão, proferiu palestra. Para apresentar sobre a OAB Concilia, a responsável foi a presidente da Comissão, Renata de Carlis Pereira. Em participação via vídeo, o diretor da Escola Superior de Advocacia, Jorge Boucinhas Filho, elencou as principais novidades no âmbito da ESA. A colônia de férias também foi pauta para seminário, por parte do presidente do Conselho Deliberativo, Marlon Luiz Garcia Livramento. Para fechar as exposições, o presidente da Comissão de Cultura e Eventos, Alexandre Luís de Mendonça Rollo, trouxe as mudanças constantes da nova pasta.

Após os seminários, advogados e advogadas inscritos participaram da manifestação pública no momento denominado “Palavra Aberta”, onde relataram temas de seus interesses. Estiveram na pauta assuntos relevantes e nacionais como as questões ambientais, o ativismo judicial e o garantismo processual, combate à violação de direitos e prerrogativas da advocacia, e fake news. Profissionais das diferentes localidades participaram e fizeram uso da palavra, ocupando a tribuna para representar as cidades de Itu, Piedade, Salto, Cabreúva, Itapetininga e Porto Feliz.

Homenagens
Ao final da Conferência Regional da Advocacia, as diretorias das Subseções participantes receberam Láurea de reconhecimento pelos relevantes serviços prestados, a título de voluntariado, para a Ordem dos Advogados do Brasil. Além da Láurea, os dirigentes de Ordem receberam um pin, simbolizando a dedicação e o empenho dos advogados e advogadas na construção de uma entidade forte e representativa.



26.04,2019 - 1ª Conferência Regional da Advocacia