Exibição de documentário incentiva debate sobre assédio na Secional

Tweet


03/09/2019

27.08.2019- Cine Debate: " Precisamos Falar do Assédio"

A violência contra a mulher pautou debate que aconteceu na sede institucional da rdem paulista (27/08) após a exibição do longa ‘Precisamos falar do assédio’, da documentarista Paula Sacchetta. O filme apresenta 26 depoimentos de mulheres vítimas de assédio em distintas situações, seja em casa, num beco escuro ou à luz do dia, moradoras de zonas nobres ou de periferias das capitais de São Paulo e Rio. Os relatos foram obtidos em 2016, ano em que foi lançado o documentário.

Paula contou como a ideia surgiu e de que modo foram gravados os depoimentos. Devido à delicadeza do tema, difícil de abordar até mesmo entre amigas próximas, os produtores decidiram andar pelas duas capitais com uma van-estúdio, onde as participantes contaram o que viveram sem a presença de interlocutores. O filme de 80 minutos resulta de filtro de um total de 140 depoimentos que, juntos, somam 13 horas. Todo o material do projeto ‘Precisamos falar do assédio’ está disponível, na íntegra, no site precisamosfalardoassedio.com.

A documentarista conta, ainda, que as participantes foram acolhidas por assistentes sociais e/ou psicólogas e, muitas delas, foram direcionadas a órgãos de prestação de serviços da prefeitura na época, como grupos de atendimento a mulheres vítimas de violência, entre outros, logo após realizarem os depoimentos.

Com o intuito de mexer com estruturas e provocar reflexões, o documentário impactou os participantes do Cine Debate promovido pela Comissão da Mulher Advogada da Secional. “Sem um elemento como esse, gatilhos não são disparados e o tema não é abordado, silenciamos. E o silêncio é cúmplice da violência”, diz Claudia Luna, presidente da Comissão.

A conscientização, por meio da visibilidade e informação, é forma de buscar a transformação cultural em sociedades machistas patriarcais, onde diferentes tipos de condutas inadequadas são vistas como naturais.

“Esse filme é uma grande estratégia de prevenção”, continua Claudia. Sua exibição, diz a advogada, é exercício que contribui para provocar quem está em espaços de poder e decisão, de modo a buscar respostas para o desenvolvimento de políticas públicas.

Mais participantes fizeram comentários, entre elas, a conselheira Secional Maria das Graças Mello e as convidadas Joyce Mello e Darling Ingrid.

Confira a íntegra no link de transmissão do evento: