Durante outorga de Carteiras em Santo André, presidente da OAB SP ressalta compromissos da Advocacia

Tweet


14/01/2020

17.12.2019 - Entrega de Carteiras Subseção de Santo André

Em sessão solene na Câmara Municipal de Santo André (17/12) para uma das cerimônias mais importantes da Advocacia – que é a entrega de Carteiras aos recém-ingressos nos quadros da Ordem dos Advogados do Brasil –, o presidente da OAB São Paulo Caio Augusto Silva dos Santos destacou a responsabilidade assumida pelos novos advogados e advogadas: “Saibam que escolheram a mais bela das profissões, mas que exigirá de cada um de vocês coragem, força e abnegação. Somente assim poderão cumprir o múnus público da Advocacia de dar voz ao cidadão, de contribuir para o diálogo daqueles que precisam ser respeitados, pois são as maiores autoridades de todas no Estado Democrático de Direito”. 

Ao discorrer que a única arma dada ao profissional da Advocacia para desempenhar sua função é a Lei, salientou que a classe deve se pautar pelas garantias constitucionais em prol do interesse coletivo. “Vocês, jovens advogados, não podem colocar o individualismo à frente, porque não irão defender direitos próprios. Nós defendemos direitos que pertencem aos outros”, pontuou. Entre outros pontos de destaque, Caio Augusto reforçou a união estabelecida no atual cenário tanto pelas Subseções do Estado, quanto pela gestão participativa entre Secional e CAASP. “Hoje, temos a consciência de que nosso papel é servir conjuntamente. A OAB SP e a CAASP não podem caminhar em rumos diversos, precisamos estar cônscios de nossos deveres e agirmos sempre na busca dos interesses maiores da cidadania e da Advocacia”, disse o dirigente, que, na solenidade, foi homenageado pela diretoria local com o recebimento de uma placa. 

Já a presidente da OAB de Santo André, Andrea Tartuce, avaliou que a indispensabilidade do advogado na vida dos cidadãos vai além de defender somente seus interesses. “Nossa responsabilidade está em contribuir com a Nação”, afirmou. Parafraseando Sobral Pinto, a dirigente lembrou que a Advocacia precisa ser destemida, ter maestria, coragem e sabedoria. “Juramos defender a Constituição, os Direitos Humanos, a justiça social e pugnar pela boa e correta aplicação das leis. Esse juramento precisa ser cumprido, com coragem, cuidado, perseverança e determinação”, ressaltou. Para além de destacar as incumbências dadas aos 59 novos advogados e advogadas, a dirigente frisou o dever da entidade de defender as prerrogativas e de ajudar no aprimoramento profissional: Sintam-se fraternalmente abraçados pelas diretorias de Santo André e da OAB São Paulo”.

Validando a importância dada ao ato, Luis Ricardo Vasques Davanzo, presidente da Caixa de Assistência dos Advogados de São Paulo, enalteceu o caminho traçado pelos novos integrantes da Advocacia. “Vocês fizeram inscrição no Exame de Ordem, passaram, e hoje estão aqui recebendo a legitimação para atuar na profissão”, assinalou. Ampliando o leque, falou do lançamento do Portal da Transparência da CAASP e dos benefícios oferecidos pelas entidades, para acentuar os cursos gratuitos oferecidos na modalidade online à jovem advocacia, nos três primeiros anos de inscrição na Ordem paulista.

O termo de compromisso foi lido pela advogada Francielle Castanho Merlos de Sousa, que representou os demais advogados e advogadas que receberam as Carteiras.  

Presenças
Compuseram a mesa diretora, a secretária-geral da Subseção de Santo André, Rosana Dias Figueiredo Lino; e os conselheiros Secionais Marie Claire Libron Fidomanzo e Rubens Rocha Pires. A cerimônia foi prestigiada ainda pelos conselheiros Secionais Marcos Antonio Assumpção Cabello e Odilon Luiz de Oliveira Junior. 

Compareceram os presidentes de Subseções: Fernando Duque Rosa, Diadema; Jozelito Rodrigues de Paula, Mauá; João Paulo Borges Chagas, São Caetano do Sul; Ricardo Abou Rizk, Ribeirão Pires; e Luiz Ribeiro Oliveira Nascimento Costa Júnior, São Bernardo do Campo. Marcaram presença Caroline Vilela, coordenadora regional da Jovem Advocacia do ABCDMR; Antonio Carlos Cristiano, presidente do 13º Conselho Regional de Prerrogativas do ABCDMR; bem como o presidente da Câmara Municipal de Santo André, vereador Pedrinho Botaro; e o presidente da Comissão de Ética da Federação Paulista de Futebol, Patrick Pavan.