36º Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog recebe 503 inscrições


13/08/2014

A OAB SP é uma das instituições que promove a 36ª Edição do Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos, que este ano recebeu a inscrição de 503 trabalhos. O júri de seleção, na primeira etapa, se reunirá entre os dias 15 de agosto e 21 de setembro para indiciar os três melhores trabalhos por categoria. No dia 29 de setembro, na sede da Intercom, acontece reunião fechada de trabalho do Júri de Premiação. E, no dia 30 de setembro, sessão aberta, na Câmara Municipal, para definição dos premiados.

As inscrições foram divididas em 8 categorias (internet, jornal, fotografia, televisão – reportagem e documentário – revista, rádio e artes) e concluídas com o envio de 503 trabalhos jornalísticos desenvolvidos com o propósito descrito. Haverá uma primeira etapa de seleção, em que o Júri de Seleção apontará os três melhores trabalhos em cada categoria, encaminhando-os à Comissão Organizadora, que apontará uma peça vencedora e uma menção honrosa, concluindo o processo no dia 30 de setembro, às 10 horas, quando o resultado será apresentado ao público na Câmara Municipal de São Paulo (Viaduto Jacareí, 100 – Sala Oscar Pedroso Horta), com transmissão ao vivo pela internet. 

O Prêmio Vladimir Herzog é considerado uma das mais significativas distinções jornalísticas do país e reconhece trabalhos que valorizam a democracia, a cidadania e os Direitos Humanos. Como não prevê premiação financeira ou material, mas sim o reconhecimento do compromisso com os valores propostos, o Prêmio atrai profissionais do jornalismo que buscam este comprometimento e não benefícios em bem próprio. 

Além da OAB SP, o 36º Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos também é promovido e organizado por outras onze instituições:  Instituto Vladimir Herzog, ABI/SP; Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo – ABRAJI; Centro de Informação das Nações Unidas no Brasil – UNIC Rio; Comissão Justiça e Paz da Arquidiocese de São Paulo; Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo – ECA/USP; Federação Nacional dos Jornalistas – FENAJ; Fórum dos Ex-Presos e Perseguidos Políticos do Estado de São Paulo;  Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB ; Ouvidoria da Polícia do Estado de São Paulo, Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo e Sociedade Brasileira dos Estudos Interdisciplinares da Comunicação – Intercom. 

A cerimônia de premiação está marcada para o dia 29 de outubro, às 20h, no Teatro da Pontifícia Universidade Católica (TUCA), em São Paulo. Para mais informações e acompanhamento dos resultados, acesse http://www.premiovladimirherzog.org.br/