O entraves políticos

Fonte: "Notícia Histórica da Ordem dos Advogados do Brasil 1930-1980" Alberto Venancio Filho

Apesar dos avanços, o Instituto ainda não era, de fato, o que almejava a comunidade jurídica. A meta era criar uma Ordem dos Advogados Brasileiros, cujos poderes e premissas ultrapassariam os limites da organização do currículo de faculdades dedicadas ao ensino jurídico. Este ponto, aliás, já havia ficado bastante claro no Art 2º da lei que regulamentava os objetivos do Instituto. Seguindo por delicados meandros políticos, a reivindicação dos advogados ainda deveria nadar contra a corrente durante quase um século. O regime imperial absolutista e a República Velha não aprovariam a criação de uma entidade de classe tão estrategicamente independente. Várias tentativas e trâmites de projetos de lei esbarraram no Senado, Gabinetes Ministeriais e na própria Assembléia Legislativa em 1848, 1850, 52, 53, 57 e 65, sem obter sucesso nas negociações para sua aprovação.