ARTIGO: SERENIDADE E FIRMEZA: O STF E A LIBERDADE DA OAB SPNA ELABORAÇÃO DA LISTA SEXTUPLA PARA O QUINTO CONSTITUCIONAL
Marcus Vinicius Furtado Coêlho
MARIA CRISTINA ZUCCHI INTEGRA CÚPULA DO TJ-SP
Por ser a primeira mulher a ocupar uma cadeira na cúpula da Justiça Paulista, a vice-presidente e a diretora adjunta da Mulher Advogada da OAB SP, respectivamente Márcia Regina Machado Melaré e Tallulah Carvalho, consideram que a desembargadora Maria Cristina Zucchi está fazendo história.
SUBSECÇÃO DE FRANCA TRAZ DOCUMENTAÇÃO SOBRE ADVOGADA ACUSADA DE ILÍCITOS
PRESIDENTE DO TED REBATE CRÍTICAS DO PROCURADOR GERAL DE JUSTIÇA
O conselheiro e presidente do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB SP, Fábio Romeu Canton Filho, divulgou nesta sexta-feira (15/2) Nota à Imprensa, na qual manifesta sua perplexidade e rebate as afirmativas do procurador-geral de Justiça de São Paulo, Rodrigo Pinho, sobre a atuação da OAB SP na defesa das prerrogativas profissionais dos advogados.
O ADVOGADO NÃO SE CALA DIANTE DE UMA INJUSTIÇA
Rubens Approbato Machado
CONSELHO FEDERAL FAZ A DEFESA DA SECCIONAL PAULISTA
O Conselho Federal da OAB divulgou nota nesta sexta-feira (15/2) , assinada pelo presidente Cezar Britto, em apoio à Seccional Paulista da Ordem, na qual ressalta “ Se hoje ele (procurador-geral de Justiça de São Paulo) pode dizer bobagens como essa, é porque o país vive a plenitude democrática - e a OAB tem tudo a ver com isso. Basta consultar os compêndios escolares”.
SECCIONAIS DO DF E RJ APÓIAM OAB SP
PRESIDENTE DA OAB SP REPUDIA AFIRMATIVA DE CHEFE DO MPSP
Durante posse do presidente do Tribunal de Justiça Militar de São Paulo, juiz cel. PM, Fernando Pereira, nesta sexta-feira (15/2), o presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, repudiou com veemência afirmativa do procurador-geral de Justiça, Rodrigo Pinho, de que as iniciativas da OAB SP na defesa das prerrogativas dos advogados, eram “fascistas”. D´Urso também divulgou Nota Oficial, explicando que os procedimentos adotados pela OAB estão contemplados em lei federal. “ A OAB SP não é, nunca foi e nunca será fascista, pois sempre se levantou para se opor aos regimes totalitários e aos governos de exceção, promovendo a defesa intransigente do Estado Democrático de Direito”, afirmou D´Urso na Nota.