DEPARTAMENTO DE CULTURA ENTREGA MAIS DE 2.500 LATAS DE LEITE A ENTIDADES SOCIAIS
Com a presença de representantes de 21 entidades assistenciais da Grande São Paulo, o Departamento de Cultura e Eventos da OAB SP promoveu, no último dia 14 de maio, na sede da Ordem, nova sessão de doação de 2.570 latas de leite em pó integral, arrecadados como forma de inscrição em cursos e palestras, oferecidos pela OAB SP a advogados, estudantes e estagiários de Direito. Na oportunidade, as latas de leite foram distribuídas às entidades assistenciais.
COMISSÃO DO IDOSO PARTICIPA DE CONFERÊNCIA ESTADUAL
A Comissão de Defesa dos Direitos do Idoso foi uma das entidades escolhidas para participar como delegado da Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa de São Paulo, que acontecerá nos dias 28 e 29 de junho e terá como tema “Avaliação da Rede Nacional de Proteção e Defesa da Pessoa Idosa (Renadi): Avanços e Desafios”.
OAB SP É CONTRA PL QUE AUTORIZA CONSULADOS A CELEBRAR SEPARAÇÕES E DIVÓRCIO SEM A PRESENÇA DE ADVOGADO
A OAB SP repudia Projeto de Lei nº 791/2007, de autoria do deputado Walter Ihoshi, que acrescentou dois parágrafos ao Art. 18 do Decreto-Lei nº 4.657/1942, que dispõe sobre a competência de autoridades brasileiras para formalizar separação e divórcio consensual de brasileiros no exterior sem a participação de advogado, quando não existirem filhos menores ou incapazes.
PROGRAMA CONHEÇA A OAB TRAZ ESTUDANTES DE DIREITO PARA A ENTIDADE
Cerca de 120 estudantes de Direito do Centro Universitário Radial Leste (UniRadial), lotaram o auditório da OAB SP, na tarde de sexta-feira (16/5), para participarem do Programa "Conheça a OAB", promovido pela Comissão de Desenvolvimento Acadêmico e implantado desde junho de 2005
OAB SP LEVA AO TJ-SP PROBLEMAS DO FÓRUM DA FREQUESIA DO Ó
A diretoria da OAB SP esteve na última segunda-feira (19/5) no Tribunal de Justiça de São Paulo em uma audiência com o juiz assessor, Cláudio Pedrassi , para expor os problemas enfrentados pelos advogados no Fórum Digital da Freguesia do Ó, especialmente as filas que se formam no protocolo, uma vez que as petições em papel ao ser protocoladas, são digitalizadas na hora, gerando longas esperas.
REPRESENTANTE BRASILEIRA NA NYSBA