Livro homenageia Eunice Prudente

Tweet


28/11/2016

Livro homenageia Eunice Prudente
Eunice Prudente é integrante da Ouvidoria-Geral do Estado de São Paulo e presidente do Conselho de Transparência da Administração Pública

Uma mulher negra que trilhou carreira acadêmica invejável, com mestrado e doutorado em Direito pela Universidade de São Paulo, e uma trajetória de pioneirismo na vida pública, sendo a primeira mulher a assumir a Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo (2006), Eunice Aparecida de Jesus Prudente foi homenageada com a edição do livro “Direitos Humanos, Democracia e Justiça Social: Uma Homenagem à Professora Eunice Prudente – da Militância à Academia”, lançado na sexta-feira (18/11), na Faculdade de Direito da USP.

Livro homenageia Eunice Prudente
Marcos da Costa, presidente da OAB SP, no lançamento do livro em Homenagem à professora Eunice Prudente, na Faculdade de Direito do Largo de São Francisco

“A professora Eunice é uma personalidade pública relevante e a Ordem é grata pela colaboração voluntária que ela presta à nossa atividade institucional”, frisou Marcos da Costa, presidente da OAB SP. Além de vice-presidente da Comissão de Igualdade Racial, Eunice Prudente já atuou como Conselheira e como Diretora da OAB SP, e atualmente é membro consultora da Comissão da Mulher Advogada e ainda colaborou com os trabalhos recentes da Coordenadoria da Verdade sobre a Escravidão Negra. “Desenvolver trabalhos relevantes e conviver com a professora Eunice é um privilégio”, disse Carmem Dora de Freitas Ferreira, presidente da Comissão de Igualdade Racial.

Autora do livro Preconceito Racial e Igualdade Jurídica no Brasil (Julex, 1989), Eunice Prudente é integrante da Ouvidoria-Geral do Estado de São Paulo e presidente do Conselho de Transparência da Administração Pública. O livro editado em sua homenagem é uma reunião de 30 artigos de personalidades da área jurídica, como o ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, e o jurista Dalmo de Abreu Dallari.

O lançamento do livro contou com a presença dos organizadores da obra, Bruno Batista da Costa de Oliveira e Denise Auad; Flávio Bierrenbach, ex-ministro do Superior Tribunal Militar; Gustavo Ungaro, ouvidor geral do Estado de São Paulo; e Ignacio Maria Poveda Velasco, secretário geral da USP.