Com auditório lotado, o professor Clóvis de Barros palestra sobre o valor da vida

Tweet


20/02/2017

Com auditório lotado, o professor Clóvis de Barros palestra sobre o valor da vida
Clóvis de Barros, palestrante

O plenário dos conselheiros na sede institucional da Seção paulista da Ordem dos Advogados do Brasil ficou lotado de advogados e estudantes de Direito (15/02) para ouvirem à palestra "Vida que vale a pena ser vivida", do professor Clóvis de Barros Filho, doutor e livre-docente pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo. Com seu jeito descontraído até para se definir como um “explicador” ­– por usar exemplos do cotidiano para explanar sobre filosofia, ética, cristianismo e o valor do trabalho nas relações humanas – Barros Filho usa o humor e a ironia para tratar de temas sérios. Por diversas vezes arrancou gargalhadas da plateia, com exemplos divertidos em se coloca como personagem para provocar reflexão sobre o papel da busca da felicidade na sociedade contemporânea.

A palestra coincide com o título de um de seus livros escritos em parceria com Arthur Meucci, e traz uma das mais importantes inquietações do ser humano ao longo da história do pensamento: o que será que tem que acontecer na vida para ela valer a pena? A conversa serviu para ampliar pensamentos sobre o que muitas vezes consideramos óbvio e não prestamos a devida atenção. O professor recorreu aos filósofos gregos Sócrates e Platão para mostrar que tratar da busca de uma vida significativa é uma questão desde sempre. Lembrou  das contradições que, para Platão, estão relacionadas ao fato de que o amor é desejo, ou seja, se você ama aquilo que deseja, ama enquanto deseja. A má notícia é que, se o desejo acabar, o amor também acaba. E lança pergunta: “Pense naquilo que você deseja. Isso também é aquilo que você ama?”.  

Com auditório lotado, o professor Clóvis de Barros palestra sobre o valor da vida
Clarice D'Urso, coordenadora da Coordenadoria de Ação Social da OAB SP; Clóvis de Barros Filho, palestrante; Fábio Romeu Canton Filho, vice-presidente da OAB SP; Umberto D’Urso, diretor do Departamento de Cultura e Eventos da OAB SP; Aleksander Mendes Zakimi, presidente da Comissão do Acadêmico de Direito; Wagner Cavalcante dos Santos, presidente da Comissão Contra o Trote Universitário; e Clodomiro Vergueiro Porto Filho, integrante da quarta turma do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB SP, na palestra "Vida que vale a pena ser vivida"

Clóvis de Barros pontua objeto de desejo não existe no mundo real, ele fica apenas no campo das ideias, e para termos uma sociedade que seja considerada civilizada, ela precisa se empenhar muito em treinar a energia do desejo de cada um de seus cidadãos visando a um convívio coletivo harmonioso. O professor indicou dois autores e suas obras que ajudam a entender e aprofundar no tema: Herbert Marcuse, “Eros e Civilização” e Sigmund Freud, “O mal-estar na civilização”. E recorreu ao pensamento de Aristóteles: O filósofo grego tinha um conceito próprio para felicidade denominado “eudaimonia”, que significa o pleno desabrochar da natureza de um ser humano, que ele designa de ‘excelência’ para quem alcança esse estágio de vida. A eudaimonia exige um diagnóstico prévio e preciso sobre a própria natureza, e depois uma rígida disciplina para que essa natureza cresça no sentido da perfeição, ou seja, uma superação diária de si mesmo.

No encerramento da palestra, lembrou que metade da vida somos nós decidindo, na outra, o mundo é quem decide por nós. O que ele tentou trazer é que nenhuma filosofia do mundo poderá garantir felicidade eterna a ninguém, e que, primeiramente, devemos ser éticos e utilizá-la a serviço do aperfeiçoamento do coletivo: “A ética é a vitória da convivência sobre a canalhice”. Anfitrião da noite dessa palestra especial no repertório de iniciativas que o Departamento de Cultura e Eventos da entidade oferece à advocacia paulista, Fábio Romeu Canton Filho, vice-presidente da OAB SP, agradeceu a presença e a disposição de o professor partilhar os  seus conhecimentos com tanto entusiasmo.

Com auditório lotado, o professor Clóvis de Barros palestra sobre o valor da vida
Auditório lotado para a palestra do professor Clóvis de Barros, na sede institucional da OAB SP

Compuseram a mesa: Umberto Luiz Borges D’Urso, diretor do Departamento de Cultura e Eventos da OAB SP; Aleksander Mendes Zakimi, presidente da Comissão do Acadêmico de Direito; Clarice Maria de Jesus D'Urso, coordenadora da Coordenadoria de Ação Social da OAB SP; Wagner Cavalcante dos Santos, presidente da Comissão Contra o Trote Universitário, e Clodomiro Vergueiro Porto Filho, integrante da quarta turma do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB SP.