Advocacia tem canal para registrar dificuldades e sugestões sobre novo eSAJ do TJ-SP

Tweet


02/03/2017

A advocacia deve ficar atenta ao início do funcionamento do novo sistema de processo eletrônico do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP). Como já noticiado, o atual eSAJ será substituído a partir do dia 15 de março, mas quem quiser baixar o novo programa já pode fazê-lo: desde a quarta-feira (01/03), o TJ-SP disponibilizou a nova versão. A alteração ocorre devido ao fim do plug-in Java, da Oracle.

A Seção São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil pede que a advocacia registre dificuldades com o novo sistema, faça sugestões e críticas pelo e-mail forum.pje@oabsp.org.br. Por meio do Fórum Permanente do Processo Judicial Eletrônico, a OAB SP vem esclarecendo dúvidas, encaminhando críticas e sugestões, difundindo informações técnicas, cursos, manuais e tutoriais sobre o tema.

A OAB SP recomenda que os advogados façam o download e comecem a utilizar o novo sistema o quanto antes. Isso por que, em caso de dificuldade, ainda será possível peticionar no atual eSAJ que, reforçamos, não estará mais disponível na segunda quinzena deste mês. Ou seja, detectar dificuldades enquanto ainda há alternativa de software para peticionar vai prevenir prejuízos irremediáveis.

Um lembrete importante é que atual eSAJ deixará de funcionar em todos os navegadores de internet. Ou seja, não haverá a possibilidade de uso do Mozila Firefox ou Internet Explorer, o que foi solução quando o Google Chrome deixou e rodar o plug-in Java e, consequentemente, o atual sistema do TJ-SP. Por outro lado, quem tem preferência pelo Google Chrome poderá voltar a utilizá-lo com o novo eSAJ.

O TJ-SP promete um peticionamento eletrônico mais rápido com o novo sistema, que abrirá a possibilidade de inclusão de até vinte documentos ao mesmo tempo no processo, sem precisar aguardar a compressão dos arquivos. Além disso, o novo eSAJ é compatível com softwares de leitura para deficientes visuais.