OAB SP lamenta morte de Cláudio Weber Abramo, fundador da Transparência Brasil

Tweet


13/08/2018

A Seção São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil lamenta o falecimento do jornalista e fundador da ONG Transparência Brasil, Claudio Weber Abramo. Há algum tempo lutava contra um câncer no intestino e faleceu aos 72 anos, neste domingo (12/08).

Presidente da OAB SP, Marcos da Costa, expressa seus sentimentos aos familiares e amigos de Claudio Weber Abramo e ressalta sua importância para o país com uma atuação em defesa de princípios éticos, sendo um dos articuladores da Lei de Acesso à Informação. Abramo era vice-presidente do Conselho Deliberativo da Transparência Brasil, do qual foi também diretor-executivo durante 15 anos (2001-2015). 

“É com pesar que recebemos a notícia da morte do jornalista Claudio Weber Abramo, um grande nome da imprensa brasileira. A OAB SP externa suas condolências pela perda de um profissional exemplar, que tanto trabalhou para garantir mais transparência ao poder público, transformando a relação de prestação de contas com a sociedade”, expressou o presidente da Secional paulista da Ordem.

O jornalista passou por grandes veículos de comunicação, tendo trabalhado no jornal Folha de S. Paulo e Gazeta Mercantil. Com formação em Matemática pela Universidade de São Paulo (USP) e mestre em Filosofia da ciência pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Cláudio Weber Abramo era filho do Claudio Abramo e da chargista Hilde Weber. O velório acontece nesta segunda-feira (13/08) na Funeral Home, desde às 9h00. O corpo será cremado à tarde no Cemitério do Horto da Paz.