Primeira presidente mulher da OAB do Tatuapé pede respeito às advogadas e promete lutar por igualdade

Tweet


15/03/2019

14.03.2019 - Posse da diretoria eleita da Subseção da OAB Tatuapé - Gestão: 2019/2021

Em noite marcada por discursos fortes em prol da defesa do empoderamento feminino, a advogada Rosemeire Solidade da Silva Matheus tornou-se a primeira presidente da Subseção do Tatuapé, ratificando, assim, o crescimento feminino no número de gestoras de Ordem na OAB São Paulo (14/03). Representando o presidente Caio Augusto Silva dos Santos, a diretora-tesoureira, Raquel Preto, que presidiu a cerimônia, aplaudiu a conquista e reforçou em seu discurso “a crescente força feminina dentro dos quadros da advocacia”. Compondo a nova diretoria para a gestão 2019/2021 estão Marco Antonio Kojoroski, vice-presidente; Valéria Telles Rossatti, secretária-geral; Sérgio Slan Zarwar, secretário-geral adjunto; e Andréa Maria Cavalheiro Deker, diretora-tesoureira. 

Foi noite incomum e tomada por falas que ressaltaram a defesa da igualdade de gênero. A diretora Raquel Preto, pontuou, entre dados pouco animadores, sobre a condição feminina na sociedade brasileira, que há uma sub-representação da presença de mulheres por todos os poderes instituídos do Estado. “É, portanto, motivo de júbilo que eu tenha diante de mim a primeira presidente mulher de uma Subseção. São 239 Subseções da OAB paulista, e apenas 50 delas são presididas, neste momento, por mulheres, incluindo nossa querida presidente do Tatuapé, Rosemeire”, festejou.  

A presidente eleita da Subseção, por sua vez, destacou a figura feminina nas inúmeras atividades da Ordem e ressaltou as conquistas de espaços em vários postos de comando em empresas privadas e públicas. “A mulher pode e deve estar presente em todos os setores, sejam eles empresariais, sociais, institucionais ou políticos”, acentuou. Com relação à instituição, lembrou que os quadros da Secional paulista têm mais de 50% de advogadas, demonstrando o equilíbrio que há no Direito. “Nosso foco não é por disputas de cargos ou poder na instituição, mas por uma harmonia na tomada de decisões e posições. Os quadros da Ordem devem, necessariamente, ser compostos com números balanceados de homens e mulheres”, acrescentou. 

Presenças
A cerimônia lotou o auditório do Teatro da Unip-Tatuapé com convidados e autoridades, e foi marcada ainda pela posse de 29 Comissões temáticas que terão, em conjunto com a diretoria, a responsabilidade de dirigir a advocacia local, atualmente com quase quatro mil inscritos. Pela CAASP, discursou o presidente Luís Ricardo Vasques Davanzo e, entre os presentes à cerimônia, estavam conselheiros Secionais e representantes do Judiciário, bem como do Legislativo e de outras entidades.