Em nome da Advocacia, Caio Augusto defende que o momento do País requer união entre os Poderes

Tweet


09/03/2020

02.03.2020 - Posse do Desembargador Federal Mairan Gonçalves Maia Júnior, presidente do TRF 3ª Região

No centro da cidade, a elegante Sala São Paulo abrigou (02/03) autoridades dos três Poderes (Judiciário, Legislativo e Executivo), assim como dirigentes religiosos e militares, e mais convidados e familiares para a sessão solene de posse dos novos dirigentes do Tribunal Regional da Terceira Região (TRF-3) no biênio 2020/2022. Os desembargadores da Corte, que possui jurisdição sobre os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, assumiram os cargos de presidente, Mairan Gonçalves Maia Júnior; vice-presidente, Consuelo Yatsuda Moromizato Yoshida; e corregedora, Marisa Ferreira dos Santos. Presente ao ato, representado a Advocacia, o presidente da OAB São Paulo, Caio Augusto Silva dos Santos, fez discurso pela busca de união e da convivência harmônica entre os Poderes, em especial na atual quadra por que passa a Nação.

O primeiro a falar e em nome da classe dos advogados e advogadas, Caio Augusto, após saudar os dirigentes do Tribunal, ponderou trazer mensagem de união da Advocacia em torno das atividades do Poder Judiciário. “Vivemos tempos de ânimos por vezes exaltados em torno de todos os ambientes dos poderes constituídos, temos – cada qual com sua legítima missão de servir a Nação – de nos valermos da nossa união para, juntos, atendermos à verdadeira autoridade no Estado Democrático de Direito, que é o cidadão”. O dirigente da Ordem paulista ressaltou a importância da parceria entre as entidades, mas com a devida independência entre elas.

No discurso de posse, o novo presidente do TRF-3 destacou a segurança, o combate à corrupção e o compromisso com a acessibilidade como metas de sua gestão à frente do maior Tribunal do País em processos. Missão que recebeu das mãos da desembargadora Therezinha Cazerta, que após dois anos deixou a presidência. Ao falar para os presentes, Marian Maia rememorou, em rápidas pinceladas, sua trajetória quando chegou a São Paulo, em 1989, para fazer o mestrado na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo: “Não poderia imaginar que me seria concedida a oportunidade de servir como juiz, desembargador, integrante do CNJ, vice-presidente, e, agora, presidente do TRF-3”. Encerrou ressaltando a expansão do PJe na Justiça Federal da 3ª Região e o combate às fake news. “O fenômeno da socialização da mentira é uma consequência da ausência da ética e do menosprezo da honestidade. A falta de ética nas relações pessoais, sociais e profissionais, e o crescente descrédito, causam a desagregação social, a incompreensão e a desconfiança nas instituições do Estado. A verdade é objetiva e relaciona-se diretamente com o exercício da liberdade do ser humano”, finalizou.

Compuseram a frente de honra da solenidade: o presidente da OAB São Paulo, Caio Augusto; o arcebispo Metropolitano de São Paulo, Cardeal Odilo Pedro Scherer; o advogado-geral da União, André Luiz Mendonça; o vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia; o presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Geraldo Francisco Pinheiro Franco; os ministros do STF Gilmar Mendes, Alexandre de Moraes e Ricardo Lewandowski; o presidente do Superior Tribunal de Justiça, João Otávio de Noronha; o vice-presidente do STJ e corregedor Nacional de Justiça, Humberto Martins; o governador do Maranhão, Flávio Dino; o comandante Militar do Sudeste, general de Exército Marcos Antonio Amaro dos Santos; o comandante do Comando Geral de Apoio da Força Aérea Brasileira, tenente-brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior; o Comandante do 8º Distrito Naval, vice-almirante Sergio Fernando de Amaral Chaves Junior; o secretário de Assuntos Legislativos do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Vladimir Passos Freitas, e a chefe da Procuradoria Regional da República da 3ª Região, procuradora Regional da República Rosane Cima Campioto.

Autoridades presentes

Entre autoridades civis e militares, prestigiaram a cerimônia: os ministros do STJ Nefi Cordeiro, Raul Araújo Filho, Rogerio Schietti Machado Cruz, Antonio Carlos Ferreira e Marcelo Navarro Ribeiro Dantas; o presidente da Câmara Municipal de São Paulo, vereador Eduardo Tuma; o secretário de Justiça de São Paulo, Paulo Dimas Mascaretti; o presidente Fiesp, Paulo Skaf; a presidente da Associação Paulista de Magistrados, Vanessa Ribeiro Mateus; o presidente do Instituto dos Advogados de São Paulo (IASP), Renato de Mello Jorge Silveira; o presidente da Associação dos Advogados de São Paulo (AASP), Renato José Cury, e o vice-presidente da OAB/MS, Gervásio Alves de Oliveira Júnior.

O presidente Caio Augusto esteve acompanhado pelo vice-presidente da OAB SP, Ricardo Toledo, pelo presidente da Caixa de Assistência da Advocacia paulista, Luís Ricardo Vasques Davanzo e pela Conselheira Estadual Rita Nolasco.