E-1077


ANÚNCIO NA IMPRENSA - CARTÃO DE VISITAS - CONTEÚDO
O advogado não pode, sob pena de estar ferindo preceitos éticos, inserir em seus anúncios frases de aspecto mercantilista, direcionando-a a um tipo específico de serviço jurídico que não exige especialização, como a possibilidade de cobrança de diferença de correção monetária não paga por bancos, conclamando ainda eventuais clientes à reivindicar direitos. Caracterização de inculcação e captação de clientela. Por sua vez, não pode ser considerado como moderado, anúncio em cartão de visitas que contenha frase como: - "uma simples consulta vale, muitas vezes, um patrimônio". Vedação do Código de Ética Profissional e Resolução no.02/92, deste Tribunal de Ética Profissional.
Proc. E-1077 - V.U. Relator Dr. Robison Baroni - Revisor Dr. Antônio Fittipaldi - Presidente Dr. Modesto Carvalhosa.