E - 1.626/97


NÃO CONHECIMENTO.

A consulta versa sobre situação concreta e "sub judice", não podendo o Tribunal fornecer subsídios para elaboração de contestação. É caso de consulta a advogado trabalhista para a promoção da defesa.
Proc. E - 1.626/97 - v.u. em 11/12/97 do parecer e ementa do Rel. Dr. JÚLIO CARDELLA - Rev. Dr. BENEDITO ÉDISON TRAMA - Presidente Dr. ROBISON BARONI.


RELATÓRIO - A consulta versa sobre fato concreto, ou seja, a Consulente está sendo acionada perante a Justiça do Trabalho, com audiência já designada, por advogada empregada que foi dispensada e irresignada com o que recebeu e ofereceu a reclamação.

Pergunta sobre direito, ressaltando que necessita das respostas para sua defesa em audiência.

PARECER - É caso concreto, sub judice e o Tribunal não lhe deverá fornecer subsídios para elaboração de contestação. É caso de consultar um advogado trabalhista para promover sua defesa.

Pelo não conhecimento.